Genghis Khan — mangá

A fim de fechar o tema do império mongol, uma indicação de mangá, sobre o conquistador Genghis Khan: Chinggis Khan, por Yokoyama Mitsuteru.

Não há muitas formas de comprar um mangá antigo no Brasil (este é de 1991), então praticamente o único jeito de ler é por sites que scaneiam mangás.

http://fanfox.net/manga/chinggis_khan/

O mangá conta a história de Temujin (o nome de nascimento do grande Khan) nas estepes mongóis, as inúmeras intrigas, batalhas, assassinatos e rapto de mulheres e crianças que ocorriam neste época.

Com o passar do tempo, e o crescimento da tribo de Genghis, foram diversas as guerras com outras tribos das estepes, com todos os elementos possíveis: alianças, casamentos, acordos de sangue, brigas, e, é claro, traições.

Há uma série de livros e alguns filmes sobre o grande Khan, mas o formato história em quadrinhos é o meu favorito.

É possível ver imagens fascinantes como a seguinte.

O autor, Yokoyama Mitsuteru, é certamente um dos meus favoritos, por ter adaptado em mangá também a fantástica história dos Três Reinos. Ele teve o auge do seu trabalho na segunda metade do século passado, e faleceu em 2004.

Após consolidar o poder na Mongólia, os exércitos de Genghis passaram a utilizar a sua máquina de guerra contra países vizinhos, devastando quem não se submetia a eles, destruindo a Bagdá dos sonhos, quase chegando à Europa, e conquistando a China (este post é sobre Kublai Khan).

Veja também:

Originally published at https://ideiasesquecidas.com on April 3, 2021.

Project Manager on Analytics and Innovation. “Samurai of Analytics”. Passionate about Combinatorial Optimization, Philosophy and Quantum Computing.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store